27 de ago de 2010

o imbecil


Trecho do livro HitchGirl de La Baronne- sucesso na França:


"O imbecil é o homem que não dá à companheira o devido respeito e, ainda por cima, quer ter sempre razão. É aquele que foge das responsabilidades e não as assume. É aquele que menospreza a “amada” para aumentar seu ego de cretino. É contra ele que me posiciono e encorajo as mulheres a destruí-lo.
Aquele que conduz o mundo à deturpação e que tem o dom natural para a degradação do conceito de casal. Aquele que fala mal das mulheres, as trata de modo humilhante e que se satisfaz ao agir como um fanfarrão soberbo. É o “metido a gostosão”, que quer aparecer custe o que custar, e que tenta apagar a presença da parceira. Aquele que vive só para enganar. Um grande covarde, que merece a coroa da arrogância e o troféu de “lixo humano”. Aquele de quem nenhuma mulher está protegida – nem contra sua língua, nem contra suas mãos. Um hipócrita dos tempos modernos que mente ao falar, que não cumpre nenhuma promessa e que, quando alguém lhe confia um segredo, revela-o sem o menor escrúpulo. Esse é o imbecil! Eu poderia denegrir a imagem dele por horas. Eu adoraria fazer isso e preencher o vazio destas páginas brancas, utilizando-as para lhe proteger das palavras “encantadoras” desse tipo de homem."



Quem conhece um imbecil?! Quem conhece DOIS? Ou DEZ? Ou trocentos??


Eu já passei por vários (trabalho com 2 ou três) o imbecil não passa de um egocêntrico... que na verdade é um inseguro. Ele mantém nossa posição de segundo sexo, porque só assim ele se banca. É o engraçadão, é aquele que fala que o amigo que vai casar "foi amarrado". É aquele coleguinha de trabalho que faz piada de mulher com o chefão, porque é mais fácil do que realmente ser competente. É aquele vizinho que te chama de mal amada, sendo que nem a mãe gosta dele. É aquele amigão do seu irmão que toma banho de perfume para impressionar uma garota diferente que a cada ano fica mais nova.


É contra o imbecil que lutamos, for always and eternity.