24 de out de 2008

Praticamente um chuchu

Esqueci de comentar uma nota que vi no EGO essa semana!





Essa é a chamadinha da nota e no corpo do texto ainda tem várias insinuações sobre a extrema magreza da moça...

Epa epa! Posso achar a fofa bem sem-noção, mas calmalápiriguete!

Dúvido que a Vick colocaria no óóórkut dela "Eu sei que sou gostosa!"... E foi um comentário idiota do tipo "ele gosta de vestir minhas calcinhas"... Típico da Posh Spice, agora o que isso tem a ver com a magreza da moça?

E olha que eu como representante das moças católicas com certa "distribuição das carnes" até poderia implicar com isso, mas por favooooor né?!?! Vá ser despeitado (a)!



Com um bofe desses, sendo parte do casal show de London London (as modernetes vibram mais com a cidade do que com o próprio bofão) e ainda por cima ex-spice-girl e com essa pinta para sair na rua:







Quem será que tem que comer arroz e feijão, hein?
Be quiet, bi!

23 de out de 2008

Sobre transparência

Hoje é o dia do meu ápice, ou seja, de acordo com meu horóscopo o meu ciclo muda hoje e quem conhece um pouquinho de astrologia sabe que a roda começa a girar definitivamente depois do meu aniversário, que está até que bem próximo.

De qualquer forma, eu e meu amigo guru falamos hoje sobre exposição naqueles momentos conversas necessárias. Adoro meus amigos.






Qualquer pessoa pode acordar hoje e decidir ser a pessoa mais honesta e transparente possível. Eu desejei (e desejo) isso da forma mais intensa que já vivi antes. Bom, eu falo das minhas varizes em um blog... =) Não sei dizer o quanto de exibicionismo existe nisso... Só sei de uma vontade de se libertar, de encontrar aquilo que me torna tão viva quando tudo me faz tão mecânica.



Não quero falar de forma tão abstrata, então o que eu estou dizendo é que para as fortes de todos os dias, para as que engolem sapos e levantam de forma feminina de suas cadeiras, que endireitam a saia ao levantar, que são firmes quanto às suas decisões... Eu quero mais. Pois isso tudo eu sou e me garanto! Não sou Annie, nem nunca fui! (Assistir ao Clube das Desquitadas é legal se você perde tempo com o blog. O filme será muito citado). Mas, não quero ser perfeita, não quero ser masculina, não quero ser "bem-sucedida"! Não!

Então, se para isso eu precisar dizer que estou um bagaço, eu preciso gritar! Ou que estou gorda, eu vou berrar! Que estou triste, eu vou me derramar em lágrimas. Só quando estiver apaixonada direi bem baixinho... Só a quem interessa!



Eu vou gritar e vou berrar pois só assim vou poder fingir que não escuto as vozes que se levantam para me recriminar. Para rir de mim. Pois eu digo a quem quiser que sou tão forte que isso me oprime e cada pequena humanidade que surge em mim me maravilha.


(Ai, fiz outro post daqueles que vou me envergonhar depois rs*)

e agora de volta com a nossa programação normal...

video

quem nunca tentou?

22 de out de 2008

ser mulher - parte 1

Eu jurei que não faria um post “Eloá” como todo mundo, jurei mesmo. Na verdade, não falemos de feminismo, mas sim da MISOGINIA DOMINANTE e o costume (sim, costume) de violência contra a mulher. Quando eu e a Billie tivemos a idéia de fazer um blog, seria pra poder ter algo de “alma feminina” naquilo que escrevessemos e alma feminina passa beeeem longe de “Sex and the City”.
Logo, esse post terá várias partes, mas com alguns interlúdios das asneiras habituais que a gente fala.
Já existem comunidades no orkut dizendo que Eloá foi tarde, não passava de uma puta que “dava” desde os 12 anos, que o “coitado” do namorado era um rapaz trabalhador que perdeu a cabeça e que ela não era “santa”.

Por que por “santa” entendamos VIRGEM.

O tabu da virgindade feminina ainda não desapareceu e é terrível ver o tipo de declarações feitas em relação às mulheres quando o assunto é sexo. Ainda hoje ser estuprada é sinal de ter “pedido por isso”, pedido através das roupas, dos gestos. Um homem tem medo de ser estuprado se vai para a cadeia, uma mulher tem medo de ser estuprada quando sai de casa (lembrando, caros amigos, 70% dos estupros vêm de dentro de casa: pais, maridos, padrastos, tios, primos...). E com certeza ainda tem gente lendo isso pensando que eu não passo de uma “menina revoltadinha”, mas, como muitas mulheres podem confirmar, TODAS nós carregamos pelo menos uma história de violência ou ameaça de violência nas costas. Inclusive eu.
Ser homem é não sentir medo de andar sozinho, por que mulher que anda sozinha só pode estar a procura de um bom pinto. Estou sendo rude? Meu vocabulário é baixo? Baixo é viver como posse de alguém, como posse da coletividade masculina, como ser de “segunda categoria”. Eloá passou por um jogo de posse, e homens como Lindemberg existem em todos os lugares (posso apontar um ou dois na minha própria família): eles são os donos, donos da força e do apoio moral e religioso, ofendem e agridem mulheres por não conseguirem lidar consigo mesmos. Foram criados por mães e irmãs que defenderam esse ideal e são tão misóginas quanto eles. Parte da culpa pela violência contra a mulher também é nossa: nós ensinamos nossos filhos, maridos e namorados como eles devem nos tratar.
Esse assunto não acabou, apenas o post. Estou nervosa demais e com trabalho demais pra continuar, parabéns pra quem leu até aqui.

21 de out de 2008

Nova amiguinha

Que dia mais feliz! Fiquei em casa, dormi até às 8h! Tomei um café ótimo, ouvi músicas ótimas (sambinha, bossa, toda sorte de MPB), tudo maravilhoso!Enquanto isso, fui adiantando minha vida, enlouquecida pela casa, mas então veio a catástrofe:

Olhei bem para as minhas perninhas e vi uma veia praticamente piscando para mim! Ela não estava ali, nem nunca esteve! Será?

VARIZES??

Oh God! Minha mãe sempre me avisou que o sedentarismo, a comida gordurosa e a predisposição me levariam a ter as danadinhas... Mas, não assim! Não agora!
Desespero total! Nem liguei para a cara de panda... Varizes? Opa! Eu tenho 20 aninhos... Um baby! Então, decidi que é preciso fazer alguma coisa pela vida saudável.

Dieta ou exercício físico? Oh, dúvida cruel!

20 de out de 2008

Fim de semana

Muitas novidades para contar sobre esse fim de semana que foi super abalativo. Muito luxo, muitas luzes e cabelos esvoaçantes...

Tá, mentira... Foi !

Não consegui entrar no show que eu tinha me preparado a semana toda por olho gordo! Lógico que foram vibrações negativas de quem me quer infeliz, blasé e solteira para o resto da vida!
Depois de comer muito e furar a dieta que nunca começou, fui para casa comer um pouquinho mais e vejo meu maninho assistindo a Forrest Gump... Ok, no coments about it.
E meu domingão terminou com De cara do muro do Faustão, Malisa no Pânico e o filme dos Pterodáctilos no SBT. Quem disse que não é possível se divertir no domingo? Recomendo que todos desmarquem tudo no próximo domingo e acompanhem a programação aqui recomendada. Todos terão essa sensação boa de acordar e perceber que já é segunda-feira!


ARRASOU, GATA!

19 de out de 2008

Saudade

Saudade de quando eu acordava às cinco da manhã com rádio-relógio na "Cidade FM". Lembro tanto da Fernanda Abreu cantando "Rio 40 graus". Também tocava "Palpite", direto! Eu ia à casa da minha avó ainda dormindo. Só acordava quando já tinha meu leite preparado e todos os dias assistia a "A Dama e o Vagabundo". Acho que foi daí que surgiu minha antipatia pelos gatinhos... Saudade de ficar acordada até bem tarde pois minha mãe dava aulas à noite e meu pai não era muito competente em me mandar para cama cedo. Na verdade, ele nunca nem tentou! rs* Ficava à noite toda acordada, enquanto ele ficava no canto da janela com as luzes da casa todas apagadas, com um fone de ouvido gigante, ouvindo aquelas músicas antigaças que tocavam em uma rádio que dava de brinde bilhetes de motel. Foi daí que comecei a gostar de Roxette, Bon Jovi, Whitney Houston, Brian Adams etc.


Saudades do cheiro que vinha das lancheiras abertas no intervalo (recreio) no pátio da Escola Inovação. Acho que foi a partir daí que fiquei dependente de comidinhas infantis... Mentira! Eu seria de qualquer forma.

Sei lá... Como eu tinha show do Exaltasamba no sábado lembrei de uma época em que eu não tinha vergonha de gostar dessas coisas, pois as pessoas a minha volta gostavam e não se sentiam inferiores por isso.
Eu sei que não tem nada a ver com Exaltasamba rs* Mas, como essas pessoas são melhores que as outras que eu conheço... Impressionante.

It's not right, but it's okay!

17 de out de 2008

era uma vez num ônibus

daí que hoje eu estava no terminal lapa pra pegar o ônibus, pra ir para a ilustríssima universidade de são paulo. ok, consegui fazer a maior parte: acordei (good girl!), saí de casa e já estava na fila ouvindo "Womanizer" e lendo Adorno (Notas de Literatura I, muito bom). adoro essa música, desculpaê tio dorno, você não gostava nem de djéss, mas...

é a pósmodernidadji!!

pra mim estava perfeito. a tríade surtada: eu, a bitchney e o adorno. meant to be.

Entrei no ônibus, ainda feliz, you're a womanizer-oh-oh womanizer baby. eis que chega um ser do abismo e diz: "nossa seu novo corte de cabelo ficou ótimo!"

OI, TE CONHEÇO?!?!?!?>>>>

(mary v., desconcertando pessoas desde 1988)

A questão é que tipos, eu não conhecia mesmo! E ele assumiu "é que eu sempre te vejo por aí".
Fiquei desconcertada, voltei pro Adorno e pensei que esse mundo tá perdido, primeiro as pessoas começam a ouvir djéss, depois começam a abordar estranhos na rua... vou morar na Sibéria com um disco do Wagner (kidding! vai ser da bitchney, vocês sabem!)


Mas, a questão é: OS HOMENS NÃO MUDAM NUNCA??? Hello!
No fundo tá óbvio que isso nunca vai funcionar.

Fica uma nova máxima: TODAS AS CANTADAS DE ÔNIBUS SÃO RIDÍCULAS! Arrêtez!!

seus malas...

16 de out de 2008

she is soooo back!

madona e guy ritchie vão se separar blá blá blá, todo mundo já sabia. essa semana foi da bitchney!

video

voltou: não tem quem diga é doida, tá linda, gostosissima, amei as perucas. vou cantar essa música até os ouvidos dos estagiários sangrarem.

15 de out de 2008

bom-humor

Os anos passam, a única coisa que aumenta é a minha necessaire, ah, minha bunda também. Acordar, tomar banho, são muitas decisões difíceis pra uma pessoa com banzo. Banzo, sabe? Essa coisa de calor e semana do saco cheio dá banzo, saco cheio é a mãe, fala sério, como se a faculdade realmente exigisse algo da pessoa. Menstruação, procuração, revisão, amamentação, ligação, alçapão, edição, putrefação. Aumentativos sem fim pra uma vida tão igual às outras. Andar na rua é tão simples, tanta cantada ruim, tanta gente sem propósito nenhum. Trabalhar pra viver, viver pra...?, ok, seria pretensão demais saber o fim da frase.Vi que agora a palavra de ordem é marketing passional (não, pessoal é o da firrma), investir na qualidade de cantadas, o approach, vender o peixe a qualquer custo, mesmo que seja pro quitandeiro. As mulheres estão realmente fazendo isso só agora? Ahãn!!

Chega, vou almoçar. No meio da crise financeira as pessoas almoçam, enfim, o único comentário que eu tenho sobre isso é que o preço do feijão tá um absurdo. Mas esse Sol é bom mesmo, acho que sou uma planta, vê se não atrapalha minha fotossíntese.

(estou de muito bom humor, acreditem!)

para ler ouvindo: Troublemaker - Weezer.

10 de out de 2008

Crise do Dólar

Aqui nós explicamos tudo sobre a crise financeira que tirou um pouco do foco das eleições norte-americanas entre John McCain e Obama.

O que provocou a crise?

A crise foi causada pelo desvirtuosismo que a sociedade americana tem passado. Tudo começou com Madonna e sua cruz flamejante e Michael confraternizando com mortos, quando obviamente, eles não poderiam levantar de seus túmulos. Foi um erro do produtor do videoclipe, mas que é totalmente perdoável se este não perdeu qualquer parente próximo ao longo de sua vida.


Esta junção entre a vagabundagem e a ignorância foi passada adiante e tomou figura na amizade bombástica entre a profana de guarda-chuva em punho e a PhD em coloração: Brity e Pérris. Em uma tentativa desesperada de recuperação dos valores de antigamente, a banda Jonas Brothers jurou virgindade até o casamento, mas já não havia mais tempo (Brity usou o "anel da pureza" também!). A crise já estava anunciada.




O que é pregão?

É um exemplar grande de um pedaço de metal utilizado para prender uma coisa na outra. Prende porta, prende portão, prende quadro, prende várias coisas.
O que é Circuit Breaker?

É o rompimento do circuito. A palavra é utilizada em inglês, pois assim preferiram, mas também poderia ser em francês, japonês, alemão, italiano e português. Até o presente fechamento desta matéria-post, os espanhóis não se pronunciaram.

Qualquer outra pergunta sobre a crise do dólar, envie um e-mail para kidfaroleiro@gmail.com
Uma Beleza de Garota e você na cobertura da crise do dólar.

8 de out de 2008

Pequeno Panda

Ainda bem que ganhei um corretivo decente em um último evento de beleza que não entendi coisa alguma (para variar). Afinal, foi justo no momento em que ressurgiu o Pequeno Panda.


O Pequeno Panda é uma das faces do meu eu que estava perdida desde junho. Assim que entrei de férias, na primeira semana ele decidiu desaparecer. Mas, agora ele volta com tudo, doidinho para dar pinta nas madrugadas, dar pinta no bus lotadaço de manhã e dar pinta durante as aulas sem fim. Pequeno Panda chega a "lacrimejar" de emoção em algumas aulas tãããão tranqüilas, em frente a tela do computador no trabalho, quando não mete a cabeça no vidro do ônibus pois teve uma "pescadinha" rápida. De qualquer forma, digam "alô" para o seu novo amiguinho e não tente lutar contra ele, pois pode ser desastroso!





Que exótica!

7 de out de 2008

sinais de envelhecimento



Eu no msn com uma amiga numa sexta de fúria


V: quem é q está precisando apanhar?? eu ajudo.

Mary: eu tô, to ouvindo uma banda muito emo! pode bater.

V: rsrs

Mary: bloc party. conhece?

V: não

Mary: então, você é uma pessoa superior

V: kkk é emo? bom, minha filha escuta algumas bandas q não sei os nomes

Mary: não, é meio indie. mas pra mim eles são tao parecidos, iguais.

V: rs tb acho. mas é assim mesmo ... a idade

Mary: hahaha

V: a gente vai perdendo essa capacidade de distinguir as tendencias com o tempo, depois dos 20

Mary: sim!!!que nem as marcas de carros. tipos, ou é gol, ou é o resto

V: exato. no meu caso ... ou é o gol antes de 96, ou o resto

despois que arredondaram o gol nem ele eu reconheço mais

Mary: hahaha virou o palio. eu sempre confundo


yep... no auge dos meus 20 anos, uma vovó


5 de out de 2008

As Ilusões Perdidas

Nossos horários não coincidiram, Mary, mas com certeza a trilha sonora da semana foi semelhante. Acontece que tive um momento de iluminação doloroso e difícil. Como disse no blog de música (opa... Sinergia!), peguei para mim o CD da Kelly Key no trabalho só para me jogar no ridículo e dar uma festinha brega! Ouvi o CD no meio da semana e há uma versão de Sometimes da Britney Spears... Me deu muita vontade de ouvir pop, já que marcou toda minha pré-adolescência (todos os dias pela manhã, quando estava na quinta série, eu via a MTV e o Disk MTV, na época com a Sabrina Parlatore, tinha pastas de pôsteres dos Backstreet Boys e similares).

Então desenterrei todos os CDs que tinha e qual não foi a minha surpresa ao prestar uma atenção um pouco maior nas letras e perceber que são todas idênticas ao CD novo da Kelly Key...

Então, entrei em um grande dilema... Gosto de Kelly Key ou deixei de gostar da Brit?

3 de out de 2008

pop! goes my heart

Por onde começar com esse vídeo?
Pelo Hugh Grant com mullets, pelo Hugh Grant rebolando, pelo Hugh Grant dando pulinhos, pelo Hugh Grant fingindo ter um ataque do coração? Pelo Hugh (delícia) Grant??
Miacabo com esse vídeo (o filme é meio sem graça, mas pra quem tá num clima menininha, recomendo). Tanto que baixei a música e levanto o braço já na hora do "pop!" que nem eles fazem. Vergonha, eu sei.


video


1 de out de 2008

um novo mês

Bom, aqui estou eu no meu primeiro dia de : "ok, preciso sair desse marasmo". Decidi que a partir de agora vou usar pessoas como guindaste pra me levantar, to precisando ouvir umas histórias, voltar a presenciar bizarrices, enfim, viver em sociedade.
Preparem-se transeuntes, eu estou à solta!!!!
Boa parte da minha ida (e estadia longuíssima) a Loserville é o fato de eu estar cada dia mais reclusa...ha meses! Não adianta mais ficar entricheirada, Ms. Batkitchenette. É o momento que quebrar a corrente e sair da caverna (ai Platão, me deixa!)
Só dá pra pensar em desastre, né? Eu, no mundo, falando com pessoas. Mas pro primeiro dia até que fui bem, meu namorado querido ainda me mandou umas flores lindas pro trabalho (micão, mas eu adooro!), ele nem sabia, mas deu uma puta força.

enfim, pra sair do marasmo, a mídia internacional sempre me oferece uma forcinha. do Terra, o site mais barraco de todos:

"Um jovem americano da Flórida disse ter sido roubado por quatro loiras que faziam topless.
A informação foi divulgada nesta quarta pelo diário online Ananova.
Olmer Morales, 18 anos, contou à polícia que o ataque aconteceu quando ele ia trabalhar de bicicleta, em Stuart.
As mulheres, que vestiam apenas macacões, sem blusa ou sutiã, teriam segurado o jovem e levado US$ 100.

O caso não foi adiante porque as autoridades afirmaram não ter encontrado ninguém que correspondesse à descrição da vitima"


alguém gastou toda a mesada em marijuana e errou a mão na hora de contar a história pra mamãe, hein, malandrããão??