24 de mai de 2009

Baseado em Fatos Reais

Um operário de 36 anos e outro de 19. Ambos a uma altura de 20 metros do chão, em um andaime, na Zona Sul da cidade de São Paulo. Eles limpavam a fachada de vidro do prédio comercial quando uma ventania inesperada e incomum começou por volta das 14h30. As rajadas de vento chegaram a 80km/h. O andaime chegou a bater algumas vezes contra o prédio e o impacto tinha a força de algumas toneladas. De repente, uma janela se abriu, mãos e uma jaqueta. Era um resgate e a possibilidade de uma vida.

----------x----------x----------x----------

Dois adolescentes. Irmãos gêmeos. Quinze anos de vida. Estudantes de escola pública, vidas comuns, alunos indisciplinados. Aos três anos, a mãe os abandonou com o namorado que hoje é o pai de coração, e foi embora com outro. Um dos irmãos, moreno (cujo apelido é o nome de algum país latino), e o outro galego de tudo. Há muito se descobriu que não poderiam estudar na mesma sala, ou ateariam fogo nela. Solução encontrada:

O pai, que cuida sozinho dos filhos, preocupado com o desempenho dos meninos na escola, e com o que a rua oferece a um menino dessa idade, arrumou um emprego como aprendiz em uma oficina mecânica para o filho alemão. Com isso, o irmão latino ia à escola pela manhã, enquanto o irmão trabalhador lá estava no noturno.

Um dia, já estava o gêmeo loiro embaixo do elevador da oficina, fazendo o conserto. O elevador, ou rampa, quebrou. O peso do carro foi em cheio na cabeça do pequeno.

A escola não dispensou os funcionários para cortejarem o menino. Ele foi enterrado em um caixote que a prefeitura concedeu e sobre seu corpo jovem e bonito, um papelão.

Em pouquíssimo tempo, acabou a vida cheia de vida.

----------x----------x----------x----------

Quero escrever sobre tudo. Mas, sou pouco demais para a imensidão do que se apresenta na minha frente. E não tem guerras, ou genocídios, ou impérios caindo. É só tristeza e alegria genuínas.



Nenhum comentário: