17 de mai de 2009

I Feel Good

Pensei em fazer de conta que não faz muito tempo que postei... E acho uma grande ideia!

O mundo mudou, o Coringão voltou, o Lula foi capa da Newsweek e a gripe suína está aí, para apavorar geral... Difícil! E nisso tudo, minhas dívidas proliferaram, por culpa da minha agenda que sumiu. Sem agenda, perco o controle da minha contabilidade, e aí... Já era! Estou pagando tudo até agora!

Mas, nesse mês estamos melhores! Amém!

Como esse sábado foi produtivo, tive muitas coisas a pensar refletir sobre a minha vida:


1) Anestesia de dentista é reaaaaalmente uma viagem metafísica. Eu que tive minha boca anestesiada duas vezes ontem, em pontos diferentes, estou sentindo ela inchada até agora! Mas, o mais legal de todos é a luz azul que ele, tipo, joga na minha boca! Eu muito queria ter uma luzinha pra sair jogando por aí com propriedades curativas, secativas, antissépticas, ou sei lá que porra era aquela! Seria o máximo sair andando por aí, e aí qualquer machucado, dor de cabeça, cólica, a gente tira a luz e "Iáááááááááááááá! Te peguei!" Outra coisa: nunca mais eu quero cruzar com a minha antiga dentista que conseguiu $%¨&%& com os meus dentes! Bitch!


2) Vik Muniz é realmente muito bom! A exposição dele, que por acaso está no MASP, vale muito a pena. Ele faz com que outros artistas que trabalham com lixo pareçam as tias do primário que mandavam a gente ir na sucata pegar pote de Danone e todo mundo fazia o mesmo robô!

3) Crianças se divertem mais nos museus do que adultos cults. Bom, adultos cults não se divertem...

4) Starbucks é caro pra porra. Aquele raio daquele bolinho só me fez ficar mais balofa e mais pobre. E o café não chega perto daquele que meu pai passa. Anotação mental e blogal: pensar duas vezes antes de ir para aquele lugar com um café pretensioso hypado.

5) NUUUUUUNCA MAIS sair de casa com o meu tênis verde sujo escrito "Viva a Revolução" da sexta série com coqueiros desenhados. NUUUUUUUUNCA MAIS sair de casa naquele estilo "menina-displecente-despenteada-que-não-quer-arrumar-marido", ainda mais quando eu sei que vou sair depois, pois reaaaaalmente pode ter um cara muito gato lá! Lembrar que parecer a Susan Boyle pode não ser charmoso-até-meio-geek... Nada contra a fofa, pois eu realmente a adoro - acho até que me emocionei com a apresentação -, mas se eu cruzar com um cara daqueles, prefiro estar mais parecida com a Penelope Cruz! A vida é muito injusta!

6) Palmas para a Ju, irmã da Camila, que falou a melhor filosofia de bar da noite!

- Caras de banda não deviam ter namoradas...
- É, eles deviam existir para fazer o mundo feliz...

- Tipo a ONU!

Lindo demais!! Deu até vontade de cantar o hino da independência depois disso!!!!

Bom, é isso, e assim volto a programação "normal".

Nenhum comentário: