11 de set de 2008

devaneios de uma editora

"Meu nome é Zíbia, quer dizer, não preciso falar, você já me conhece. Eu sou a rainha do busão, é verdade, lá eu domino. Mas você pode ter me visto no metrô, na casa da sua mãe, na mesa da secretária e até na pasta do seu chefe. Por quê? Eu domino, fia! Você sabe quem eu sou antes de saber quem você era. Eu vejo o além, e mais: eu vendo livro pracarai. No começo foi difícil, sabe como é, pra mãe-esposa-médium publicar não é mole. Eu tentava explicar pros editores: “foi o espírito que ditou, moço, acredita! Tá supimpa esse livro”, muita porta na cara, humilhação. Mas aí publiquei, não parei mais, vendi tanto que cansei de editor falando que era tudo uma bosta: tenho minha própria editora! Tô dizendo, esse país não é do Lula nem do petróleo não, é meu. Muito meu. Eu tenho suas respostas, eu tenho seu futuro, eu tenho seu dinheiro. Opa, quer dizer, tudo pelo espiritismo. E fui além, a gráfica também é minha, estou em todos os lugares. Não resista, eu te digo Onde está teresa, te faço achar que conhece O matuto, que Tudo valeu a pena. Você também vai dizer que O amor venceu, vai aceitar O amanhã. Eu sou isso, eu sou dessas, eu resisto aos Espinhos do tempo e vou seguindo. E vocês me seguem, que eu tô sabendo..."

pega eu

3 comentários:

deLira disse...

Vc esqueceu d colocar outra pessoa q tbem domina, baibe..
Paulo Coelho..

rsrs

=P

Mary V. disse...

fica pra próxima semana

apesar, que... bah, já virou cult

deLira disse...

ehh...ele tah na capa da rolling stone..
o.O


by the way..vc chegou a ver as fotos de DENTRO da revista??

duas palavras: vergonha alheia!