8 de set de 2008

Duas mulheres

Segunda, bi! Segura e vai!

Estou lendo um livro super pesado. Nada denso em questão de aperfeiçoamento intelectual que eu não estou para essas viadagens ultimamente. O nome do livro é Duas Mulheres da Martina Cole. É abuso sexual o tempo inteiro, seguido de incesto e espancamento. É terrível. Um livro fácil de ler, no estilo comercial e violento demais.

Isso está tão longe da minha realidade que é absurdo para eu imaginar uma mulher violentada que não consiga sair dessa situação. Tenho uma amiga que trabalha comigo, não na mesma área, mas na mesma empresa que me disse que largou do marido depois de apanhar dele. Ele a deixou na rua, com quatro filhos e um salário de R$450. Mas, isso levou sete anos para acontecer.

Não quero discutir se ela se colocou nessa posição. Tem coisas que acontecem por uma sucessão de escolhas em nossas vidas que nos levam até ali. Por mais que eu brinque que existe a esquina errada que gente vira e aí f*eu... Não acredito na parte prática da coisa.

O que eu quero falar é sobre quando chegamos em um ponto em que decidimos que foi longe demais, que as escolhas foram erradas e você quer mudar tudo o que traçou... E não sabe mais como.

Pra aonde estou indo? Será que um dia vou querer voltar atrás?

Eu, hein...

PS: Como se um dia na manicure você pensasse: será que quero ser um saco de areia ou serei
respeitada?

Fecha o blog e vai discutir estupro com o Maluf, vai!

Nenhum comentário: