29 de set de 2008

entre a afetividade e a efetividade

o afetivo não é nada efetivo, quanto a isso não restam dúvidas.
na verdade, eu tenho a crença de que a nossa geração se viciou no afetivo por que a sociedade contemporânea nos exige demais o "efetivo": trabalho, dinheiro, hype etc. toda uma moral que foge ao funcionamento humano normal, que seria algo bem mais simples, como arranjar comida, comer, cagar, fazer sexo e um presenciar alguma beleza. somos apenas animais com polegares opositores.
na contrapartida das realizações colocamos o "afetivo" na esteira e ficamos suando pra que ele seja também "efetivo": melhor, mais rápido, mais gratificante, vamos dando uploads sem fim sempre achando que a próxima troca vai ser a melhor.
estou pensando, talvez ainda por muito tempo ... até aonde apostamos em afetividades e efetividades que são apenas auto-tapeação?

INTERLÚDIO - momento de justiça (histeria?)

do G1
eu sempre fui a favor do girl power, mulher que trai mulher tem que pagar! piranha

Um comentário:

Billie Kid disse...

não fique com raiva! Fique com tuuuuuuuuuuuuuudo!